sábado, 30 de janeiro de 2016

Aglomerado da Serra tem novamente madrugada com tiroteios

Viaturas do Grupo Especializado em Patrulhamento em Área de Risco (Gepar) foram recebidas a tiros por criminosos. Local segue ocupado por viaturas da corporação

postado em 30/01/2016 08:52 / atualizado em 30/01/2016 10:29
Polícia Militar / Divulgação

O clima continua tenso no Aglomerado da Serra, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Viaturas do Grupo Especializado em Patrulhamento em Área de Risco (Gepar) foram recebidas a tiros por criminosos na madrugada deste sábado. Ninguém ficou ferido. Desde a manhã de sexta-feira, o local está ocupado pela Polícia Militar (PM) por causa de constantes tiroteios registrados durante a semana. Duas quadrilhas rivais disputam o poder do tráfico de drogas depois que um grande traficante foi preso na última quarta-feira com uma BMW no Bairro Funcionários.
A tentativa de homicídio contra os policiais militares aconteceu nesta madrugada. Durante patrulhamento, a viatura do Gepar seguiu para um beco onde foram ouvidos barulhos de tiros. Quando se aproximaram do local, dois homens em uma motocicleta saíram em alta velocidade pela Rua Corinto. Em seguida, entraram no Beco São Vicente, na esquina com Rua Sacramento.

Os policiais entraram na via e acabaram surpreendidos por aproximadamente 10 homens armados, segundo o boletim de ocorrência. Os criminosos atiraram contra o veículo. De acordo com a PM, cerca de 100 tiros foram disparados pelo bando. Em seguida, os bandidos se separaram e correram por dois locais distintos. Foi feito rastreamento na região, mas ninguém foi preso. Até mesmo um helicóptero da corporação foi usado na ação.

O clima de medo toma conta dos moradores da região há pelo menos cinco dias. Duas gangues rivais, a Sacramento e a Bandonion, estão em rixa após a prisão de um dos maiores traficantes de drogas que atuava na região. Thiago Augusto Nunes Martins, de 52, foi preso em uma BMW depois de uma perseguição.

Por causa da violência, equipes do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam), do Batalhão de Choque e do 22º Batalhão ocuparam os principais pontos de acesso ao aglomerado nessa sexta-feira. Durante a manhã, a PM teve de agir para acabar com um tiroteio entre as duas gangues rivais, no qual dois homens ficaram feridos. Dois disparos atingiram a porta de uma viatura. Uma arma de fogo foi apreendida e os dois feridos foram levados para o Hospital João XXIII.

Nenhum comentário:

Postar um comentário