quinta-feira, 23 de novembro de 2017

POLICIAL MILITAR DÁ EXEMPLO DE SUPERAÇÃO AO SEGUIR NA ATIVIDADE MESMO APÓS TRÁGICO ACIDENTE

Comando do Oitavo Batalhão convida Policial Militar do Batalhão de Polícia de Choque para ministrar palestra.

 As fatalidades da vida podem ser usadas como desculpas para queixas,  vitimização e a revolta. Mas para pessoas com a força do Cabo PM Kerley Tadeu da Silva Jerônimo, lotado no Batalhão de Polícia de Choque, em Belo Horizonte/MG, as adversidades se tornaram meros obstáculos que o incentivaram a lutar ainda mais para atingir seus objetivos.

Na manhã de terça-feira (21), o Tenente Coronel PM Paulo Marcos Ferreira, Comandante da 6ª Cia Ind MAT e o Major PM Rodolfo César Morotti Fernandes, Subcomandante do 8º BPM, reuniram-se com os Policiais Militares da Guarnição PM de Lavras no auditório do CAA-6, para ouvir o Cb Jerônimo compartilhar sua história em uma palestra que emocionou a todos os presentes. O Policial contou sua história de vida, indo desde a alegria ao acesso às fileiras militares, passando por um trágico acidente que lhe custou a amputação de parte da perna esquerda, até os desafios de provar a todos que sua condição não era limitadora e assim poder voltar a atividade operacional como os demais.

O testemunho do militar sempre repercute além das palestras motivacionais, uma vez que sua história já foi alvo de diversas matérias na mídia de forma geral, causando entusiasmo a todos os ouvintes.

O militar destacou que no auge da tragédia buscou inspiração no filme “Homens de Honra” (Men of Honor), produzido no ano 2000, dirigido por George Tillman Jr. onde o ator Cuba Gooding Jr. vive Carl Brashear, um jovem que se alista na Marinha esperando se tornar um mergulhador.  Porém, após um acidente, este fica sem uma das pernas, e passa então, a lutar com todas as suas forças, a fim de superar seus próprios limites e o preconceito dos que o cercam e assim alcançar os seus sonhos.

Para o palestrante, ser um Policial Militar é antes de tudo uma questão de honra, e por esta razão, este informou nunca ter desanimado diante dos desafios. Trabalhou na área administrativa, foi desacreditado por vários médicos, mas nunca deixou-se abater.

Ao final da palestra, o Major Rodolfo César Morotti Fernandes, Subcomandante do 8º Batalhão, agradeceu o Cb Jerônimo pelo compartilhar tão inspiradora história, destacando a singularidade de suas palavras para aqueles que encontram adversidades na carreira policial militar.

Logo após foi entregue ao palestrante um certificado materializando os agradecimentos do Comando do Oitavo Batalhão.

Fonte: Polícia Militar de Minas Gerais: 242 anos, com você, por uma Minas Gerais cada vez mais segura!
ACO/8ºBPM

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Estado não sabe como pagar 13º

Informação foi dada pelo subsecretário de Planejamento, Ricardo Lopes, na ALMG.

sf
Crítica. Deputado estadual Gustavo Corrêa (dir.) disse que o governo do Estado tenta iludir a população e que mente para os mineiros
PUBLICADO EM 22/11/17 - 21h56
O subsecretário de Estado de Planejamento e Orçamento, Ricardo Lopes, afirmou nesta quarta-feira (22) que o governo de Minas ainda não sabe quando nem como fará o pagamento do 13° dos servidores públicos do Estado. O valor da folha deste ano ainda não foi divulgado, mas, segundo a assessoria de imprensa da secretaria de Fazenda, deve girar em torno de R$ 2,7 bilhões, como foi em 2016. Ele também disse não saber quando será incorporado o reajuste de 7,64% ao salário dos professores anunciado pelo Ministério da Educação em janeiro deste ano. Questionado sobre o fim do escalonamento do pagamento dos servidores e sobre o pagamento da segunda parcela do salário referente ao mês de outubro, que deveria ter sido depositado na quarta-feira, ele também não soube responder.
As declarações foram dadas durante a audiência pública na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa realizada para avaliar o cumprimento das metas fiscais estabelecidas para o Estado referentes ao segundo quadrimestre de 2017. Os secretários de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, e da Fazenda, José Afonso Bicalho, eram esperados na reunião, mas não compareceram.
Os números apresentados no relatório do governo apontam um superávit no segundo quadrimestre deste ano de aproximadamente R$ 2 bilhões em relação ao primeiro quadrimestre. Os deputados da oposição questionaram esse resultado, uma vez que, segundo eles, o governo não cumpre com suas obrigações fiscais.
“Se tivesse realmente o superávit, eles saberiam responder se há previsão do pagamento do 13° do ano de 2017, saberiam responder quando o Estado colocará em dia seus débitos com os municípios na área da educação e da saúde, que são dívidas que passam de R$ 2,6 bilhões. Então, é mais uma falácia desse governo que não tem feito absolutamente nada para melhorar a vida dos mineiros”, afirmou o líder da minoria, deputado Gustavo Valadares (PSDB).
O deputado Gustavo Corrêa (DEM) disse que o governo de Minas tenta iludir a população e mente para os mineiros. Segundo ele, os números apresentados não batem com o levantamento feito pela assessoria técnica do bloco Verdade e Coerência. “Cada vez fica mais claro que a máquina pública continua sendo inchada, sobretudo pelos companheiros do governador Fernando Pimentel (PT), e quem tem sido penalizada é a população, que não tem visto chegar na ponta final os repasses da saúde, do transporte escolar, os repasses do ICMS, que não têm sido feitos da forma que prevê a Constituição”, afirmou.
De acordo com Ricardo Lopes, para enfrentar a atual situação financeira, o Estado trabalha para aumentar a arrecadação. Segundo o líder de governo, deputado André Quintão (PT), operações como o fundo imobiliário e o Refis são um esforço do Executivo para melhorar a arrecadação. No entanto, ele explicou que o resultado dessas iniciativas não depende apenas do governo.
“Muitas dessas operações dependem também dos empresários, dos devedores, da própria sociedade mineira. Outro fator é o reaquecimento da economia. Hoje, existem fatores estruturais que podem melhorar a receita, mas que não dependem exclusivamente do esforço do governo”, disse.
Impostos
Sobre a possibilidade do aumento de impostos para melhorar o desempenho da arrecadação, o deputado André Quintão afirmou que o governo “não fará justiça fiscal em cima dos pobres”.

 

Quintão afirma que governo é austero

O deputado André Quintão (PT) afirmou que o governo faz um mandato cada vez mais austero, que significa ser mais rigoroso no controle de gastos. “O governo tem sido austero nas atividades e no custeio, mas não vai abrir mão de suas responsabilidades com a segurança pública, com a saúde, com a educação, com a assistência social em nome do equilíbrio fiscal”, disse.
O petista acrescentou que o povo mineiro não pode ser prejudicado na continuidade dos serviços públicos. “Minas não vai seguir a cartilha do governo federal de cortar direitos dos mais pobres em nome de um falso ajuste fiscal”, disse.
Para o deputado Gustavo Corrêa (DEM), o governo tem se mostrado irresponsável com os gastos. “Minas tem um governador que não tem pena de gastar o dinheiro do povo com almoços com menus caríssimos e regados a vinhos de boa qualidade, sem falar das viagens de helicópteros e o fretamento de voos que ninguém consegue ter acesso”, declarou.
Frases
“Minas não vai seguir a cartilha do governo Temer de cortar direitos em nome de um falso ajuste fiscal.”
André Quintão
deputado (PT)
“Esse superávit é mais uma falácia desse governo que não tem feito nada para melhorar a vida dos mineiros.”
Gustavo Valadares
deputado (PSDB)
“Essa é mais uma tentativa do governo de iludir os mineiros.”
Gustavo Corrêa
deputado (DEM)
Fonte: O Tempo.

Dia do Músico - 22 de Novembro de 2017 (Quarta-feira).


Dia do Músico é comemorado anualmente em 22 de novembro.
Esta data homenageia os artistas que criam, tocam e estudam melodias e harmonias que encantam a humanidade há milhares de anos.
Dia do Músico é comemorado no Dia de Santa Cecília, padroeira dos músicos e bastante reconhecida pelos católicos no Brasil.

Mensagem para o Dia do Músico

Sem música, provavelmente, a raça humana já teria sido extinta há muito tempo! A música traz amor, harmonia e alegria para o mundo! E você é parte essencial deste ciclo. Obrigado por salvar o planeta!
Você que cria trilhas sonoras para a vida, parabéns pelo seu talento! Feliz Dia do Músico!
Como pode tanto talento, criatividade e sensibilidade existir dentro de uma só pessoa… Mas existe! Você é uma inspiração! Parabéns e Feliz Dia do Músico!
Além de todo o sucesso do mundo que você merece, neste dia eu também desejo que o seu talento seja cada vez mais reconhecido. Parabéns!

Origem do Dia do Músico (Dia de Santa Cecília)

O Dia do Músico é celebrado em 22 de novembro em homenagem à figura de Santa Cecília, considerada a padroeira dos músicos, de acordo com a tradição Católica.
Santa Cecília nasceu em Roma em meados do século III. A jovem costumava participar das missas do Papa Urbano e era bastante devota de Jesus Cristo. No entanto, um dia, sem saber, foi prometida por seu pai para se casar com Valeriano, um homem pagão.
Diz a lenda que, na noite de núpcias, Cecília recusou-se a perder a virgindade e cantou para o esposo a beleza de manter a castidade.
O canto de Cecília convenceu Valeriano a manter a esposa virgem. Na verdade, o marido se emocionou tanto que decidiu se converter ao catolicismo e sair da vida pagã.

Lenda Grega sobre a Música

De acordo com a lenda grega, os deuses pediram para que Zeus criasse divindades que pudessem cantar em celebração às vitórias contra os Titãs.
Zeus, atendendo aos pedidos, passou 9 noites de amor com Mnemosia, a deusa da memória, e nasceram 9 entidades.
Entre as suas novas criações, estava Euterpe, a deusa da música, que formou par com Apolo, deus do Sol e da música, para louvar as vitórias dos outros deuses.
Fonte: Calendarr.com.br
.

Giro de Notícias - Praça Guimarães Rosa