segunda-feira, 3 de julho de 2017

BH tem o dia mais frio do ano e sensação térmica fica abaixo de zero

Equipamentos da Estação Cercadinho registraram temperatura de 8,9 graus por volta 7h. Sensação, no entanto, foi de -5 graus

postado em 03/07/2017 08:14 / atualizado em 03/07/2017 10:01

Paulo Filgueiras: EM/DA Press
Belo Horizonte registrou na manhã desta segunda-feira, a temperatura mais baixa do ano.
Os termômetros marcaram 8,9 graus e a sensação térmica foi de -5 graus na Estação Cercadinho, próxima às Regiões Oeste e Centro-Sul da capital, às 7h, segundo o Centro de Meteorologia PucMinas/TempoClima.

Os ventos durante a madrugada e no amanhecer chegaram aos 78 km/h, o que motivou a baixa sensação térmica em BH, de acordo com o meteorologista do PucMinas/TempoClima, Claudemir Félix. Ainda conforme o meteorologista, o instituto não possui dados estatísticos sobre sensação térmica, mas disse desconhecer um registro negativo nos últimos anos em BH.

"A gente não tem o costume de fazer o levantamento sobre sensação térmica, mas, que eu me lembre, esta foi a primeira vez que tivemos um registro negativo em Belo Horizonte", comentou.
A Região da Pampulha, de acordo com o PucMinas/TempoClima, registrou sensação términa de 6 graus nesta manhã.
 
Nas ruas da capital, por causa do frio, o que mais se vê nessa manhã de segunda-feira são casacos e capuzes,

O recorde de baixa temperatura em Belo Horizonte havia sido registrado no dia 25 de junho, quando a cidade teve temperatura mínima de 10,4 graus. 

Não há previsão de chuva para a Grande BH nesta segunda-feira e, à tarde, a umidade relativa do ar deve ficar em 40%.

A temperatura máxima não deve ultrapassar os 20 graus durante o dia. 
 
No interior do estado, o município de Maria da Fé, na Região Sul, registrou a menor temperatura de Minas Gerais nesta segunda-feira, com 5 graus. Cidades das Regiões Norte e Noroeste seguem com clima mais seco e temperaturas elevadas no período da tarde, onde os termômetros devem ficar acima de 30 graus.
 
De acordo com os meteorologistas, a queda de temperatura é devido ao avanço de uma massa de ar polar sobre Minas Gerais e o frio intenso permanece, no mínimo, até quarta-feira. 


Poda de árvores  


Os ventos de 78km/h durante a madrugada resultaram em 30 ocorrências de poda de árvores que estão sendo atendidas pelo Corpo de Bombeiros nesta manhão. De acordo com a corporação, não há vias obstruídas por quedas de árvores. Entretanto, galhos que se romperam das plantas ameaçam a rede elétrica em diversas regiões.

Uma das ocorrências atendidas pelos Bombeiros nesta manhã, inclusive, é na Rua Átilo de Moura, próximo ao número 341, no Bairro Diamante, na Região do Barreiro. No local, será realizado uma poda emergencial e parcial de uma árvore que ameaça a rede elétrica no local.
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Nenhum comentário:

Postar um comentário