terça-feira, 26 de janeiro de 2016

SUBTENENTE MARTINHO VAI DEPENDURAR OS COTURNOS


“Se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi”

Neste momento estou num misto de emoções, mistura de uma imensa alegria e vontade de sorri, com um tanto quanto de tristeza e vontade de chorar, e sei que antes de terminar de escrever estas linhas meus olhos encherão de lágrimas.
Hoje, apesar de achar que estava preparado, ao acordar me veio mil pensamentos e num minuto passou-se 24 anos de minha vida logo assim na minha frente, lembrei desde a ligação que recebi informando que estava aprovado no concurso para Soldado, o primeiro dia que entrei na sentinela vestindo calça jeans, camiseta branca e tênis preto, a primeira Ordem Unida, a primeira vez que sai fardado pelas ruas da cidade, o primeiro serviço na radiopatrulha, entre várias outras lembranças que despertaram em minha mente.
Foram praticamente 24 anos envergando, com muito orgulho, a farda da PMMG pelas várias cidades que tive a oportunidade de trabalhar, um apenas como reforço por um dia ou por causa de um evento, outras que trabalhei compondo o efetivo do lugar por alguns anos, e as frações que tive a honra de trabalhar no comando do efetivo policial.
São mais de 23 anos nos quais tive a oportunidade de trabalhar com várias pessoas as quais, hoje, tenho o privilégio de chamá-las de amigos, que vivenciaram situações diversas desde um simples patrulhamento, uma simples ocorrência e até em fatos mais complexos, atuações mais marcantes em que a minha vida dependeu da ação de um companheiro.
Agradeço muito a Deus, pois foram várias missões dadas e todas cumpridas, tendo a oportunidade de voltar para o aconchego do meu lar e da minha família.
Faço um agradecimento especial a minha mãe, que sempre, sempre, torceu por mim e que sempre apoiou nas minhas decisões.
Agradeço a meu pai e a Polícia Militar, pois tudo que tenho foi através da PM que conquistei, pois sendo filho de Policial Militar, desde pequeno vivi a PM e por causa da PM.
Agradeço a minha esposa e a meu filho, que suportaram minha ausência, por vários e vários dias e noites, e também sempre pediram a proteção de Deus para que eu completasse minhas missões.
Agradeço a cada amigo conquistado pelos locais que trabalhei cada pessoa da comunidade que me apoiou que tive a oportunidade de conhecer, e algumas fizeram parte de minha vida, pois estava ali, numa cidade diferente, longe da família e fui acolhido, diminuindo a falta dos familiares.
Agradeço a cada um que um dia tive a oportunidade de trabalhar, aos que me apoiaram que me criticaram aos que tentou me prejudicar, hoje digo; VENCI.
Aos que me apoiaram, agradeço, pois confiaram em mim, na minha capacidade; aos que me criticaram e também que tentaram prejudicar-me, agradeço mais ainda, pois através de suas criticas tive que me aprimorar nas tentativas de prejudicar, me fortaleceu e graças a Deus aqui cheguei.
Não poderia deixar de dizer: "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.”.
Estou me afastando do serviço ativo da Polícia Militar de Minas Gerais, pois o tempo é chegado, porém digo aos meus verdadeiros amigos, que estou afastando do serviço e não dos AMIGOS, estarei sempre à disposição e agora percorrendo o mundo vivendo a vida.
“Até aqui nos ajudou o Senhor”.
Que Deus, o Grande Arquiteto do Universo, continue nos abençoando.

Rogério Martinho da Silva, Sub Ten PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário