sexta-feira, 24 de julho de 2015

CORRUPÇÃO: REVENDO VALORES NA POLÍTICA NACIONAL.





Autor: Cláudio Cassimiro Dias. 

            Estamos vivendo um momento muito delicado na Política brasileira, onde a corrupção assola todos os princípios morais e éticos dos homens públicos, colocando-os em um patamar de dúvidas e reprovações. Sabemos que nem todos seguem por caminhos de lama e excrementos, como alguns optam trilhar. Um caminho de honestidade nunca é demais e dá ao Homem, o verdadeiro caráter necessário ao convívio em sociedade.
            Na realidade, o momento pelo qual passa nosso país não ocorre somente nos cenários políticos brasileiros, pois a corrupção tem sido um verme que se entranhou por vários setores da administração pública, em vários segmentos em muitos paises do mundo. Uns, com menor expressão ou casos isolados e esporádicos, outros, com focos de corrupção mais intensa e generalizada.
            No caso do Brasil não devemos deixar que a corrupção se torne uma rotina e nos pareça uma coisa normal. Devemos reprová-la a todo instante, através de protestos escritos, mensagens aos meios de Imprensa, mensagens aos políticos, ensinamento aos nossos filhos, usando melhor o voto, etc. Devemos levar em consideração e nos espelharmos em grandes homens que já passaram pelo cenário político nacional e deixaram bons exemplos, de bons representantes do povo, leais aos princípios religiosos, éticos e morais, que jamais ousariam manchar a imagem do político expressão do pai de família e que administrava a política como se estivesse administrando sua própria casa, pensando em todos os membros da família, no que concerne a alimentos, saúde, lazer, estudo, vestuário e afetividade.
            Ao político atual incumbe resgatar esses valores, que parecem sair pelo ladrão a todo instante levando consigo a moral, os bons costumes e os anseios da sociedade que o elegeu.
            Não podemos mais aplaudir tamanha falcatrua, como se concordássemos com todo o circo que se arma ao nosso redor. Um ladrão que rouba galinhas é abominável, pois criamos nossas galinhas com tanta dificuldade e vem um ladrão corta a tela e leva a penosa. Já o ladrão de colarinho branco não é abominável, pois é bonito ver como consegue extraviar tanto dinheiro, é um artista, um gênio que corta a conta publica e leva a grana.
            Há uma necessidade muito grande que nossa ótica de ver o delinqüente político, não seja com bons olhos, pois, os bons olhos, nós devemos guardar para os bons políticos, que felizmente ainda existem. Nas urnas temos a oportunidade de não repetir o nome, dos políticos corruptos que sujam o bom nome, da política brasileira e alijá-los do cenário político nacional.
            Temos presenciado alguns corruptos indo para a cadeia, mas, ainda não é o suficiente, pois, o dinheiro que roubaram, dificilmente volta para os cofres públicos. Ou desaparecem em paraísos fiscais, ou simplesmente continuam na conta corrente da família, ou são lavados e transformados em um negócio aparentemente regular.
            É lamentável, que nomes de políticos corruptos aparecem novamente, nas eleições seguintes e, nossa população se esqueça tão rápido, que na gestão anterior, aquele mesmo político desviou verbas, apropriou-se indevidamente de certas quantias e mesmo roubou o dinheiro que era público.
            Cabe a cada cidadão votar consciente e não ter a mente tão curta, a ponto de reeleger um político corrupto e que macula a imagem do bom político brasileiro. Essa é uma saída para os problemas atuais e uma porta de entrada para uma nova vida na política brasileira.

           

* Autor: CLÁUDIO CASSIMIRO DIAS é Especialista em Criminologia, Bacharel em Direito, Graduado em História,  Acadêmico Efetivo Curricular da Academia de Letras João Guimarães Rosa da Polícia Militar de Minas Gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atentado terrorista deixa morto e feridos em Barcelona

Mundo ME...