sábado, 25 de abril de 2015

Terremoto no Nepal e na Índia deixa centenas de mortos


Tremor de terra, que teria durado entre 30 segundos e dois minutos, causou o desabamento de prédios e templos

Atualizada em 25/04/2015 | 09h5725/04/2015 | 06h23
Terremoto no Nepal e na Índia deixa centenas de mortos PRAKASH MATHEMA/AFP
Capital do Nepal foi uma das regiões mais atingidas pelo tremorFoto: PRAKASH MATHEMA / AFP
Um terremoto de magnitude 7,9 atingiu o Nepal e pode ser sentido na Índia e em Bangladesh neste sábado. Pelo menos 668 mortes em decorrência do tremor de terra já foram confirmadas, além de danos materiais em casas, prédios, templos e monumentos.
— Foram reportadas mortes em todas as regiões, exceto no Extremo Oeste. Todos os nossos agentes de segurança foram mobilizados para resgatar e ajudar as pessoas em necessidade — informou o porta-voz da polícia, Kamal Singh Bam.
Na Índia, pelo menos 12 mortes foram confirmadas devido ao desabamento de casas estremecidas pelo terremoto. Porém, o número de vítimas deve aumentar, já que há relatos de feridos na região.
— Recebemos informação de que há grandes perdas materiais e humanas no Nepal — disse Krishna Prasad Dhakal, um diplomata da embaixada do Nepal em Nova Délhi (Índia). — Provavelmente centenas de pessoas morreram em vários locais do país, em particular em Katmandu e Pokhara — acrescentou.
O epicentro do terremoto se situou 77 km a noroeste da cidade de Katmandu, com uma magnitude de 7,9 (inicialmente avaliada em 7,5) e uma profundidade de 15 km, segundo o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).
O terremoto, que ocorreu por volta do meio-dia no horário local (03h11min no horário de de Brasília), provocou pânico entre a população, que saiu às ruas desesperada.
— Tudo começou a tremer. Tudo caía. As paredes em torno da via principal desabaram. As portas dos estádios caíram — disse Anupa Shrestha, um residente da zona.
A polícia confirmou que muitos edifícios desmoronaram.
— Nossa prioridade é o resgate nas zonas centrais de Katmandu, onde há uma maior concentração da população. Ainda não sabemos o número de vítimas — disse o porta-voz da polícia metropolitana, Dinesh Acharya.
No Everest, vários montanhistas ficaram bloqueados pelo tremor.
Terremoto durou entre 30 segundos e dois minutos
Segundo meios de comunicação locais, o terremoto durou entre 30 segundos e dois minutos e pode ser sentido inclusive na Índia.
— Ainda estamos recolhendo informação e estamos tentando ajudar os afetados, em nosso país e no Nepal — disse, no Twitter, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.
Laxman Singh Rathore, diretor-geral do Departamento Meteorológico da Índia, disse que o impacto do terremoto foi sentido em várias zonas do norte de seu país.
— A intensidade foi sentida em todo o norte da Índia. No leste de Uttar Pradesh e em Bihar foram sentidos intensos tremores, e também na zona do oeste de Bengala e em Sikkim — explicou.
Rathore disse que, 20 minutos depois do primeiro tremor, ocorreu uma réplica de 6,6 graus de magnitude.
— É um grande terremoto, então irão ocorrer réplicas e a população precisa ser cautelosa — afirmou.
O funcionário disse que, devido à magnitude do fenômeno e a sua duração — que, em Nova Délhi (a mais de 800 km de Katmandu), se estendeu por quase 55 segundos — é provável que os danos sejam consideráveis. Em Bangladesh, o terremoto atingiu várias regiões, incluindo a capital, Daca.
Em 2011, um tremor de magnitude 6,9 atingiu o nordeste da Índia, e alcançou o Nepal, com um saldo de 110 mortos.
* AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DIA DO POETA - 20 DE OUTUBRO

Dia do Poeta Compartilhar Tweetar Próximo  Dia do Poeta   20 de Outubro de 2017 (Sexta-feira) O  Dia do Poeta  é celeb...