terça-feira, 28 de abril de 2015

Governo do Maranhão cria grupo para investigar morte de líder indígena


O governo do Maranhão criou uma grupo especial para apurar a morte de um agente indígena de saneamento. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Eduardo Ka'apor foi assassinado na madrugada de segunda-feira e o corpo foi encontrado enterrado no município de Santa Luzia do Paruá, a 395 km de São Luís. A vítima era uma das lideranças locais no combate à exploração ilegal de madeira.
Parte de um ônibus foi incendiada em São José, na Grande Florianópolis. Segundo os bombeiros, dois criminosos entraram no veículo, pediram para os passageiros saírem e atearam fogo nos bancos. As chamas foram contidas pelo motorista do coletivo. Ninguém ficou ferido e, até o momento, os autores do crime seguem foragidos. As causa do ataque ainda são desconhecidas. 
Vinte e cinco por cento dos contribuintes ainda não enviaram à Receita Federal a declaração do imposto de renda deste ano. O prazo de entrega acaba na quinta-feira. O Fisco recebeu quase 20 milhões e oitocentas mil demonstrações até a tarde de hoje. Em 2015, são esperados vinte e sete milhões e meio de documentos.
O presidente do UFC, Dana White, anunciou que Jon Jones não é mais o campeão meio-pesado da entidade. A decisão de retirar o cinturão do lutador foi tomada após ele ser preso ao se envolver em um acidente de trânsito no último fim de semana. Alem disso, Jones também foi suspenso por tempo indeterminado. Agora, o novo campeão da categoria será definido pela luta entre Anthony Johnson e Daniel Cormier, em 23 de maio, em Las Vegas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atentado terrorista deixa morto e feridos em Barcelona

Mundo ME...