segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

PM é morto em negociação com agente penitenciário no interior de SP


Secretário da SSP, Alexandre de Moraes, compareceu ao enterro com honras militares
Do R7
Secretário acompanha velório de sargento da PMChello Fotógrafo - 21/02/2016 - Estadão Conteúdo
O sargento da Polícia Militar, Júlio César Zorzete de Almeida e o agente penitenciário Marcos José da Silva, de 44, morreram na madrugada de sábado (21) durante uma negociação, na cidade de Itirapina, interior de São Paulo.
As equipes foram acionadas para atender uma ocorrência de uma mulher atingida por arma de chumbinho no Pronto-Socorro da cidade. Quando chegaram ao local, Sueli da Silva, de 43 anos, contou para a polícia que tinha levado um tiro do marido na perna durante uma discussão que aconteceu em sua casa. A vítima contou que o marido estava alterado e que havia dito que não sairia de casa por nada.
Os policiais foram até a residência com um aparato reforçado e, quando chegaram na casa do casal, pediram apoio. O sargento estava em uma viatura de apoio tático equipada com escudo balístico. O PM iniciou uma negociação com o agente, e no momento em que colocou metade do rosto para fora do escudo, foi atingido. O tiro acertou bem perto do olho da vítima.
Almeida chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Após o disparo, os policiais revidaram e atingiram o agente – que também chegou a ser socorrido, mas também não sobreviveu.
De acordo com informações da delegacia, o agente penitenciário teve o porte e a arma recolhidos há alguns anos e ficou afastado por problemas psiquiátricos. O suspeito fazia o uso de entorpecentes e tomava diversos remédios de tarja preto que foram encontrados na residência.
O sargento estava na corporação há 20 anos. No ano passado, ele decidiu ir morar no interior para ter uma vida mais tranquila. Almeida trabalhou durante 19 anos na Polícia Militar de São Paulo, onde serviu o 17° e o 19° Batalhão. Atualmente, ele estava trabalhando no 37°. O policial era casado e deixa e esposa e um filho, de dois anos.
O velório aconteceu no sábado (20), às 18h30, na Capelania da polícia, no bairro da Luz. O sepultamento acontece neste domingo (21), às 10h, no Mausoléu da PM.
O secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, e o comandante da PM, coronel Ricardo Gambaroni, participaram hoje do enterro com honras militares ao sargento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POLICIAL MILITAR DÁ EXEMPLO DE SUPERAÇÃO AO SEGUIR NA ATIVIDADE MESMO APÓS TRÁGICO ACIDENTE

Comando do Oitavo Batalhão convida Policial Militar do Batalhão de Polícia de Choque para ministrar palestra.  As fatalidades da vid...