quinta-feira, 20 de julho de 2017

Dentista suspeito de se passar por oficial do Exército é preso por posse ilegal de arma

Denúncia anônima levou PMs à casa do dentista no Bairro Fernão Dias, Nordeste de Belo Horizonte. No imóvel foi encontrada uma arma de fogo.Polícia vai investigar se ele se passava por major do Exército

postado em 19/07/2017 22:00
O dentista E.R.L., de 47 anos, foi preso na noite desta quarta-feira pela posse ilegal de arma fogo. Policiais militares receberam denúncia anônima de que E. se passava por major do Exército e era visto armado com frequência na área em que mora, no Fernão Dias, Nordeste de Belo Horizonte.

Durante a averiguação, a ex-mulher do dentista, que seria militar do Corpo de Bombeiros, informou aos militares que ele não estava permitindo a entrada dela na casa para retirar alguns pertences. O casal tem uma criança de quase dois anos.

Os PMs então acompanharam a mulher até um terraço, onde estava seus pertences e, no local, foram encontrados fardamentos do exército, além de uma arma que estava numa caixa. E. alegou que comprou as fardas por gostar dos uniformes e que a arma pertencia ao seu pai, que foi policiais militar.

Ele foi detido e elevado para o plantão da Polícia Civil, que agora vai apurar se procedem as denúncias de falsidade ideológica, de que o dentista era visto diariamente fardado, se passando por oficial do Exército.

Nenhum comentário:

Postar um comentário