quinta-feira, 24 de março de 2016

Tremor de terra em Sete Lagoas é sentido em outras cinco cidades de Minas

Segundo a UnB, tremor atingiu 3,2 pontos na Escala Richter. Moradores de Pedro Leopoldo, Matozinhos, Capim Branco, Prudente de Morais e Confins perceberam o fenômeno

    
 postado em 24/03/2016 10:04 / atualizado em 24/03/2016 11:02
 Cristiane Silva Estado de Minas
A terra tremeu em Sete Lagoas, na Região Central do estado, na madrugada desta quinta-feira. Moradores de pelo menos outras cinco cidades da região e da Grande BH também relataram ter sentido tremores. 

De acordo com o soldado Alan Silva, da Polícia Militar de Matozinhos, o primeiro temor foi sentido as 05h10, com duração de aproximadamente 6 segundos. Ele mora em Pedro Leopoldo e percebeu o fenômeno neste horário. O segundo tremor ocorreu por volta das 09h30. O militar já estava em Matozinhos.

Em grupos do WhatsApp, vários moradores relataram os tremores nas cidades de Pedro Leopoldo, Matozinhos, Sete Lagoas, Capim Branco, Prudente de Morais e Confins. Não há relatos de danos. 

De acordo com o universitário Pedro Felipe Pontes, 17 anos, morador de Matozinhos, o tremor da madrugada foi mais forte do que o da manhã. “Acordei achando que era raio que havia caído perto, porque na hora chovia muito. O barulho foi muito grande”, explica. Ele relata que o tremor da manhã foi mais leve e mais rápido, e que o barulho lembrava demolição. Foi a primeira vez que o estudante sentiu tremores de terra na região. 

Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor foi registrado às 05h05 e atingiu 3,2 na Escala Richter. O segundo fenômeno foi registrado pela UnB às 9h38 e atingiu 2,8 pontos na Escala Richter. Inicialmente, o observatório havia informado que o epicentro do tremor havia sido a cidade São José da Tepera, no estado de Alagoas. No entanto, a informação foi corrigida. Os epicentros de ambos os tremores foram próximo à Sete Lagoas. 

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) ainda não havia sido notificada sobre os tremores nesta manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jornalista Artur Almeida, da TV Globo Minas, morre aos 57 anos

Informações da família são de que ele teve uma parada cardiorrespiratória em Portugal, onde passava férias. Por...