segunda-feira, 14 de março de 2016

Manifestação deste domingo na Praça da Liberdade é a maior já registrada em BH


Foto: Alberto Wu/Futura Press/Estadão Conteúdo

A manifestação contra a corrupção e o Governo Federal atraiu cerca de 30 mil à Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã deste domingo. A estimativa foi feita pela Polícia Militar, que informou ainda que não houve registro de ocorrência e o protesto transcorreu de forma pacífica. Os organizadores do evento não deram estimativa de público.
O número alcançado neste domingo é o maior já registrado na capital mineira, superando a quantidade de pessoas que saíram às ruas em março do ano passado, quando 25 mil manifestantes foram à Praça da Liberdade para protestar contra o Governo Federal.
Por volta das 12h30, as pessoas começaram a se dispersar, algumas voltaram para casa, enquanto outras seguiram para a Praça da Esação, no Centro da capital, onde está prevista mais uma manifestação, denominada "Vaza Dilma".
Um caminhão de som foi colocado no entorno da praça para discursos e um palco foi armado para a apresentação de bandas de rock e MPB. Os manifestantes usam, além de camisas da seleção brasileira, máscaras do juiz Sérgio Moro. Há muitas faixas de apoio à Polícia Federal, pela operação Lava Jato e montagem de fotos do ex-presidente Lula em uma prisão.

Vestidos de verde e amarelo, as pessoas levaram banners, faixas, cartazes e mosaicos, fazendo diversas sátiras da corrupção envolvendo políticos do Partido dos Trabalhadores (PT) e da investigação da Operação Lava Jato. Bandeiras do Brasil também são hasteadas na praça. Todo o trânsito no entorno da Praça da Liberdade foi fechado.
Acompanhe ao vivo a cobertura das manifestações com a equipe da Rádio Itatiaia
Confira as fotos (crédito: Edilene Lopes/Itatiaia e Bruno Cheab/Itatiaia):






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jornalista Artur Almeida, da TV Globo Minas, morre aos 57 anos

Informações da família são de que ele teve uma parada cardiorrespiratória em Portugal, onde passava férias. Por...