terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Governador Fernando Pimentel anuncia corte de R$ 2 bilhões no orçamento de Minas


Atualizada às 17h13
Foto: Mayara Folco/Itatiaia
Dois bilhões de reais serão cortados do orçamento de Minas Gerais em 2016, conforme anúncio do governador Fernando Pimentel na tarde desta segunda-feira, no Palácio da Liberdade, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O governo afirma que o contingenciamento "tem como prioridade o pagamento da folha dos servidores".
A redução de gastos ocorre devido ao cenário fiscal do estado. Pimentel criticou a gestão anterior e alegou ter recebido uma administração desequilibrada. "Estamos fazendo um esforço muito grande para ajustar as contas do estado. Então é um momento que exige decisões corajosas, é um momento difícil, mas nós vamos enfrentar."
O governador declarou que essa é a pior crise de Minas em cerca de 30 anos, mas que os cortes não deverão afetar a prestação de serviços à população na Saúde, Educação e Segurança, e nem nos programas sociais.
Entre os setores que mais sofrerão com a redução de despesas estão Segurança, com cerca R$ 360 mil a menos, Desenvolvimento Urbano (R$ 256 mil) e Saúde (R$ 199 mil).
De acordo com Fernando Pimentel, novas medidas para equilibrar as contas do estado serão anunciadas nos próximos dias.
Mesmo com o anúncio, o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, garantiu que os compromissos com os servidores serão cumpridos. Dentre eles, o piso salarial dos professores. Ele não apontou, porém, quando isso ocorrerá e afirmou que haverá dilatação dos prazos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário