segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Empresária é libertada por sequestradores em matagal depois de 12 horas


Casal dono de correspondente bancário foi rendido em Ipiaçu (MG) 
Do R7 com Record Minas
Vítima foi levada em estado de choque para o hospital; ao ser arrastada pelo matagal, pedaços de cabelo ficaram presos em uma cercaRecord Minas
A Polícia Militar procura os sequestradores que renderam dois empresários em Ipiaçu, no Triângulo Mineiro. A mulher, de 31 anos, ficou 12 horas em poder dos criminosos até ser libertada em uma mata na madrugada de domingo (28). O marido dela, de 47, foi agredido pelos criminosos e solto pouco depois. Apenas um dos suspeitos foi preso. 
Por ter sido arrastada no matagal, pedaços de cabelo da empresária ficaram presos em uma cerca. 
Segundo a PM, os criminosos armados renderam o casal e levaram duas malas com R$ 8.000. Na fuga, levaram as vítimas para dentro do carro. Um sargento da PM tentou negociar, mas os criminosos atiraram e fugiram. 
Eles acessaram a MGC-226 em direção a Canápolis, e a 7 km da fazenda do empresário o pneu do carro estourou. Os criminosos atravessaram uma plantação de soja a pé com as vítimas. Logo depois, o empresário de 47 anos foi libertado com o rosto sangrando. 
No fim da tarde, o suspeito Silvio Pereira Lima, de 57 anos, foi encontrado deitado na plantação. Ele alegou que era o motorista do grupo.  Somente durante a madrugada a empresária foi deixada no mato.
Em estado de choque, ela foi carregada pelos policiais para receber atendimento médico em Ipiaçu. Ela contou que os suspeitos se chamavam de "Rafael" e "Cabeludo" e que procuravam um caminho para chegar em Uberlândia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário