quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Justiça Federal dá prazo de 24 horas para Samarco impedir que lama chegue ao litoral


Caso não cumpra a determinação judicial a mineradora terá de pagar multa diária de R$ 10 milhões

postado em 19/11/2015 09:34 / atualizado em 19/11/2015 09:53
A Justiça Federal do Espírito Santo deu prazo de 24 horas para que a mineradora Samarco impeça que a lama que vazou da barragem do Fundão no dia 5 e chegou ao Rio Doce seja contida antes de atingir olitoral capixaba. Caso não cumpra a determinação judicial, a empresa pagará multa diária de R$ 10 milhões caso não cumpra a determinação judicial. A  deliberação da Justiça atende ação do Ministério Público Federal (MPF). A chegada da lama de rejeitos ao Oceano Atlântico está prevista para esta sexta-feira.

Em nota, a Samarco informou que já deu início à instalação de equipamentos de contenção para evitar contaminação do litoral brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário